blog, experiência, kokay, reflexão, relacionamento

Calma à alma


Por Paulo Ricardo Freire

A interatividade com o outro significa a nossa humanidade. Somos seres que nos constituímos socialmente, interagindo com as pessoas que fazem parte de nosso campo de ação. Em função disso, lidar com o outro configura-se uma arte. 

Desde muito pequenos somos treinados a lidar com o outro. Dependendo de como acontece esse treino, nos tornamos pessoas com facilidade ou com dificuldade de interação. Se aprendemos a falar e a ouvir, nos tornaremos adultos flexíveis e afeitos ao diálogo. Do contrário, se aprendemos somente a falar, nos tornamos tiranos. E se aprendemos apenas ouvir, submissos.

Lidar com os outros é uma arte, assim como viver. Requer maturidade emocional, capacidade de reflexão e análise, empatia (colocar-se no lugar do outro) e, principalmente, desprendimento quanto às expectativas. E esta última, a meu ver, é a mais difícil. Porque, quando agimos, consciente ou não, esperamos a reação (resposta) do outro e assim se estabelece o diálogo.

Por isso, tenho me policiado muito para não esperar do outro essa ou aquela conduta. Tenho acalmado a alma no sentido de não criar expectativas, não fazer planos em que envolva o outro e este seja personagem principal. Cada um é livre para agir da forma que ache conveniente e lidar com as consequencias de suas decisões. Eu preciso apenas seguir meu coração, fazer uso da minha coerência e ter discernimento naquilo que penso e falo. 

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s