img_6974

Anúncios
alma, beleza, experiência, kokay, reflexão, solidão

Viver não é preciso, mas é necessário

Imagem
alma, blog, kokay, poesia

Voz da alma


Acordo em plena madrugada silenciosa e quente. Meu nariz incomodado pela rinite aguçada pelo vento do ar condicionado espirra à minha revelia. Olho ao meu redor a escuridão invadida pela pequena fresta de luz da janela. É a luz da lua. A mesma que me chama.

Desde adolescente, amo a madrugada. Estar acordado enquanto todos dormem me dá uma suposta sensação de poder. Não sei explicar. É como se eu tivesse o controle do mundo, das coisas. Como se o mundo fosse só meu. Complexo de Jack, do Titanic: “I’m the king of world”?

O fato é que a madrugada me inspira. A lua me chama para compor uma canção ou escrever um poema. A minha inspiração vem das minhas dúvidas, dos meus medos, das minhas angústias, da minha sólida solidão. Mas, não produzo tristezas. O que faço traduz-se em amor, esperança, fé. É a voz da minha alma expressando todas as suas nuances. Isso. A poesia é a voz da alma. Através dela minha alma canta e se torna leve. Por isso não paro e jamais vou parar, mesmo que alguma força tente me fazer calar.

 image

Padrão